Mesmo antes da perda de peso e da realização da cirurgia bariátrica, o paciente NECESSARIAMENTE deve adotar um estilo de vida mais saudável, com hábitos positivos e nova mentalidade em relação à disciplina!

Isso inclui, em primeiro lugar, uma rotina de alimentação diferente –  e também a prática regular de EXERCÍCIOS FÍSICOS! Após o procedimento, a urgência em manter um dia a dia assim é ainda mais latente.

É justamente sobre isso que nosso artigo de hoje vai falar, um aspecto tão crucial do momento pós-operatório em pacientes bariátricos – que desejam mudar pontos na própria saúde, aparência e também no jeito de viver.

Vamos lá? É só continuar lendo…

Para começo de conversa, já vale dizer: EXERCÍCIOS FÍSICOS SÃO INDISPENSÁVEIS PARA QUEM PASSOU POR CIRURGIA BARIÁTRICA!

São diversos os motivos, traremos cada um deles de forma detalhada mais adiante.

Entre benefícios gerais que podemos mencionar de modo mais abrangente, estão:

– Redução de peso, preservação muscular e suavização da dor;
– Correção da postura e prevenção de problemas de coluna;
– Controle das taxas de colesterol, triglicerídeos e glicose;
– Melhora no condicionamento físico, mobilidade e capacidade respiratória;
– Redução do risco de complicações cirúrgicas;
– Otimização da recuperação e retomada do cotidiano;
– Melhora no sono e qualidade de vida;
– Liberação de endorfina, substância central para o bem estar;
– Ajuste nos ciclos metabólicos;

… Entre outros ganhos!

Para além dos aspectos físicos, biológicos e anatômicos, temos também benefícios psicológicos que englobam a aplicação da disciplina, superação de desafios, resiliência diante de dificuldadades e a busca constante por evolução.

Agora que já ilustramos melhor o quanto a prática de atividades físicas é importante, podemos seguir nosso papo de um jeito mais aprofundado!

Continue lendo…

A abrupta perda de peso causada pelo procedimento envolve a redução de 2 tipos de massa no corpo: a gordura, como todos sabemos, e também um quantidade significativa de MASSA MAGRA – isto é, tecido muscular.

Com isso, a composição corporal – que consiste na relação proporcional entre massa muscular e tecidos de gordura – fica alterada.

A prática de exercícios físicos é crucial para a manutenção e aquisição de massa magra!

O programa de atividades deve ser abrangente e direcionado de forma personalizada por um especialista capacitado – de modo a atender suas necessidades e respeitar os limites de cada paciente com segurança. Um profissional de educação física é o indicado para cuidar desse âmbito – especialmente se houver expertise com pacientes pós-bariátricos.

Os exercícios devem ser escolhidos sob os critérios de melhora de função cardiorrespiratória, resistência física, flexibilidade e mobilidade, além da função neuromotora.

Quando feita de forma correta e supervisionada, sob os estímulos corretos, a prática é prazerosa e mostra resultados a curto e longo-prazos – incentivando o paciente a seguir sem procrastinação ou limitações autoimpostas!

Hidroginástica, natação, musculação, caminhadas, treinamentos funcionais, alongamentos, yoga, pilates… Esses são alguns exemplos de exercícios hiper benéficos para o paciente bariátrico.

A orientação deve considerar faixa etária, sequência de perdas e ganhos de peso, histórico clínico e também o gosto pessoal.

Porém, é importantíssimo que a rotina de atividades seja iniciada só após a autorização do médico-cirurgião responsável pela realização do procedimento, e que vem acompanhando o paciente desde a fase pré-operatória!

Iniciar de forma precoce pode causar sérias complicações pós-cirúrgicas e colocar em risco a integridade do paciente – portanto, nada de decidir por conta própria! Ninguém melhor que seu médico para te orientar sobre o momento certo para cada retorno à rotina, com redução de riscos e garantia de que estará tudo certo.

Como costumamos dizer, CADA CASO É UM CASO! Então, alguns pacientes têm relatos de retornos mais rápidos às atividades cotidianas, enquanto outros precisaram esperar um pouco mais.

Pequenas movimentações repetitivas podem ser realizadas imediatamente após a operação, visando o estímulo à circulação sanguínea – e como forma de prevenção da formação de coágulos e ocorrência de embolia pulmonar, por exemplo. 

Evitar a inércia após a cirurgia também ajuda a diminuir as dores abdominais ao induzir os movimentos peristálticos, melhorando a retenção de gases e otimizando a função do intestino.

O mesmo vale para exercícios respiratórios, envolvendo padrões de respiração profunda e movimentação dos membros superiores – visando estimular a expansão pulmonar, padrão respiratório e troca gasosa.

Tudo isso, com acompanhamento de um profissional fisioterapeuta – novamente, vale enfatizar que NADA do que recomendamos deve ser feito por conta própria!

Mais adiante no cronograma de reabilitação, quando o paciente já está apto ao modo de vida mais ativo, os exercícios auxiliam também a conter a flacidez, fraqueza e alterações na postura.

Adquirir consciência corporal é outro fator importantíssimo que é abordado pela prática de atividade física, pois o paciente rapidamente passa a ter um “novo corpo” – com novas dimensões, nova distribuição de peso e até mesmo um novo ponto de vista.

Os exercícios físicos devem ocorrer de forma sistemática, regular e com aumento gradual de intensidade e duração. O paciente deve contar com uma abordagem multidisciplinar – nunca isoladamente tratando-se apenas com o educador físico, ou apenas com o fisioterapeuta, ou apenas com o nutricionista, ou apenas com o psicólogo, ou apenas com o cirurgião responsável…

E sim de forma global por todos os profissionais em conjunto, mantendo consultas de retorno e exames em dia e dando seu melhor para seguir à risca as orientações dos especialistas.

Com o passar do tempo, o paciente aprende a lidar com o novo estilo de vida e o novo corpo, e avalia a necessidade ou não de passar por procedimentos estéticos reparadores – muito comuns no cenário do indivíduo que passou por um emagrecimento substancial e abrupto!

Questões como flacidez e excesso de pele são absolutamente frequentes para esse grupo de pessoas, e é justamente aí que nosso trabalho da Clínica Varela se inicia – uma continuação integrada do procedimento bariátrico.

Somos especializados em cirurgia plástica reparadora pós-bariátrica e estamos prontos para receber você – vamos te acompanhar nessa jornada rumo a uma nova autoestima!

Para saber mais, não hesite! Entre em contato conosco:
(21) 3570-0705
(21) 99986-0705

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *